Recentes:
Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

últimas notícias..

Municípios da região prestam contas do uso de recursos para calamidades públicas e emergências

Publicado por Redação - sábado, 24 de janeiro de 2015 | 21:40

Escritório Regional da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, em Irati, acompanhou todo o processo de cofinanciamento do Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) ao Serviço de Proteção em Situação de Calamidades Públicas e de Emergências, visto que a  região de Irati teve oito municípios afetados pelas intempéries ocorridas no mês de junho de 2014, sendo que para estes houve repasse de R$ 1.085.200,000, oriundos do FEAS.

 O sinistro que afetou os municípios da região de Irati ocorreu entre os dias 07 e 08 de junho de 2014, sendo que a partir de dados da Defesa Civil foi possível identificar, Prejuízos Econômicos Públicos (abastecimento de água potável, esgoto de águas pluviais e sistema de esgotos sanitários, geração e distribuição de  energia elétrica, telecomunicações, transportes locais, regionais) e Prejuízos Econômicos Privados (agricultura, pecuária, indústria e serviços), além de inúmeras famílias desalojadas, que deixaram suas casas e se hospedaram na casa de parentes, e de desabrigadas, que deixaram suas casas e hospedaram-se em abrigos públicos.

O repasse de recursos do FEAS foi de alta relevância para o atendimento às necessidades apresentadas pelas famílias afetadas, bem como para fortalecer a parceria entre Governo Estadual, Governo Municipal e Sociedade Civil.

Os municípios de Imbituva, Irati, Inácio Martins, Mallet, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares, a partir do expresso na Lei 8.742/1993 -  Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) -, em seu artigo 22, parágrafo 2°, ofertaram benefícios eventuais com o recurso FEAS, tais como: kits de segurança alimentar ou cestas básicas,  higiene e limpeza e pagamento de aluguel social às vítimas de calamidade, de forma a assegurar-lhes a sobrevivência e a reconstrução de sua autonomia.

Os recursos repassados pelo Fundo Estadual de Assistência Social (FEAS) no ano de 2014, foram utilizados exclusivamente na prestação de serviços para atendimento às vítimas das intempéries.
Os municípios identificaram e mapearam as situações de risco para poderem planejar estratégias de intervenção, e fluxos das ações, bem como estratégias preventivas e protetivas a estas situações excepcionais.

SEDS/Escritório Regional de Irati


Colheita da soja inicia com expectativa de recorde na safra 2014/2015

A colheita da safra 2014/2015 de soja já iniciou em algumas regiões do Brasil. No Paraná, segundo maior produtor de soja no país, a colheita ainda é tímida, não alcançando nem 2% da área plantada. Na região Centro Sul do Paraná, os produtores esperam iniciar os trabalhos de colheita na metade de fevereiro. Até o momento, as condições das lavouras são consideradas boas e, caso não ocorram problemas, a expectativa é de produção recorde no Estado.

Lettícia Torres/Hoje Centro Sul
Em comparação as outras safras, a colheita nesse ano está atrasada. Os agricultores enfrentaram  estiagem no mês de outubro e foi preciso fazer o replantio em algumas lavouras, o que acarretou no atraso do plantio e, consequentemente, da colheita.

Apesar disso, os agricultores estão animados e esperam uma safra recorde. “A soja já está quase no ponto de colheita. Creio que dentro de 15 a 20 dias, os produtores comecem a colher. Nessa safra, São Mateus do Sul plantou 30.200 hectares e, além disso, não houve problemas graves nas lavouras. A expectativa é de 100 mil toneladas de soja sejam colhidas na região, o que representa um crescimento de 10 a 15% em relação à última safra. Os agricultores estão bem animados”, afirma o secretário da agricultura de São Mateus do Sul, Antônio Gilberto Volochen.
Em Irati, nesta safra, de acordo com o secretário municipal de Agricultura, Claudio Ramos, os produtores plantaram soja em uma área de  147.000 hectares.

Houve um acréscimo de área plantada de 9% em relação à última safra. E ele informa que a expectativa para a colheita é boa e haverá significativo incremento na produção, pois não ocorreram grandes interferências climáticas. Claudio Ramos ainda comenta que a arrecadação municipal melhora com o aumento da produção agrícola. "Para o município é importantíssima a elevação na produção de soja, pois isso é contabilizado na produção primária, que compõe o  Fundo de Participação dos Municípios", destaca. 

O início da colheita da soja em Irati ainda deve demorar cerca de 30 dias. O coordenador regional de projetos da Emater de Irati, Altair Ganz, ressalta que, na região, apenas algumas lavouras tiveram problemas, mas a expectativa dos agricultores é grande.
“Tivemos algumas produções que apresentaram problemas com a ferrugem asiática, mas fora isso, está tudo dentro da normalidade. O ponto forte da colheita deve ser atingido no mês de abril, quando a maioria da colheita da produção é concluída. A expectativa, mesmo com alguns problemas, é de que a última safra seja superada”, diz.

Comercialização

Com o objetivo de evitar perdas e a desvalorização do produto, muitos produtores de soja preferem comercializar a produção ainda no período do plantio.
Na safra 2014/2015, quem garantiu a venda antecipada poderá ter maiores lucros, segundo as cotações da saca da soja. Em queda no mercado internacional e apresentando uma pequena desvalorização no mercado nacional, a tendência é que o preço volte a subir caso o dólar continue em alta e o mercado internacional se estabilize.
O secretário da agricultura de São Mateus do Sul, Antônio Gilberto Volochen, conta que, na região, alguns produtores já venderam suas produções. “Muitas pessoas já garantiram a venda da soja. Apesar disso, muitos produtores ainda estão comercializando o produto e pesquisando as melhores ofertas. Na região, por exemplo, o que se ouve é que os preços estão bem variados, de R$57 a R$60 pela saca de 60kg”, destaca. Em Irati, nos últimos dias, o preço da saca de 60kg de soja oscilou entre R$57 a R$58.

Lavouras de referência

A campanha do governo estadual ‘Plante o seu futuro’ conquistou números expressivos nas lavouras de referência na safra 2014/2015 da soja. O objetivo da campanha é diminuir o uso desenfreado dos agrotóxicos nas plantações, através de métodos e técnicas alternativas.
O coordenador regional de projetos da Emater de Irati, Altair Ganz, explica que as lavouras que participaram do projeto, mantiveram a qualidade do produto e tiveram uma redução de 70% no uso de pesticidas.

“Temos 180 unidades de referência de soja no Paraná. Nessas unidades, procuramos utilizar outras ferramentas no controle de pragas e doenças, como as lagartas e a ferrugem asiática. Em Guamiranga e Rebouças, duas unidades de referência da região, eles estão utilizando coletores de esporo para identificar se há a presença da doença e, só então, aplicar o fungicida. Caso contrário, não há aplicação de agrotóxico”, completa.

Altair ressalta que a campanha já apresentou resultados nas unidades de referência e o intuito é conscientizar mais agricultores. “Nas lavouras que aderiram à campanha, houve uma redução de quase 70% no uso de agrotóxicos. Além disso, a qualidade da soja se manteve e o meio ambiente foi preservado. Queremos que isso se popularize entre os produtores”, finaliza.

Kyene Becker/Hoje Centro Sul


Política em questão



Mallet possui saneamento básico precário

Pasmem: Mallet conta atualmente com apenas 16,41% de cobertura com rede de esgoto, segundo informações oficiais, publicadas pela  Companhia de Saneamento do Paraná,  durante visita do prefeito de Mallet, Rogério Almeida, ao novo presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche. O motivo da reunião, que aconteceu no último  dia 14, foi o pedido de renovação de um convênio para ampliação da rede de esgoto em  10 km, que está em execução e 5,7 km realizados. Com isto, Mallet passará a ter 31,61% de cobertura.

Falta de água em  Prudentópolis é discutida

Quem também visitou, no dia 14,  o novo presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, foi o prefeito de Prudentópolis, Gilvan Agibert.  Ele esteve na Sanepar no mesmo dia em que o Hoje Centro Sul publicou reportagem dando voz a moradores do município que sofrem com a falta de água há vários meses e a explicação da Sanepar  que as obras para ampliação do sistema de abastecimento de água serão finalizadas até março, o que deverá resolver o problema da falta de água.  Gilvan solicitou à Sanepar agilidade na conclusão das obras.


Apoio para a conclusão da PR-364

Quem também visitou, no dia 14,  o novo presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, foi o prefeito de Prudentópolis, Gilvan Agibert.  Ele esteve na Sanepar no mesmo dia em que o Hoje Centro Sul publicou reportagem dando voz a moradores do município que sofrem com a falta de água há vários meses e a explicação da Sanepar  que as obras para ampliação do sistema de abastecimento de água serão finalizadas até março, o que deverá resolver o problema da falta de água.  Gilvan solicitou à Sanepar agilidade na conclusão das obras.

Apoio para a conclusão da PR-364

O deputado estadual Bernardo Carli (PSDB) reuniu-se nesta terça-feira (20) com o secretário de Estado de Infraestrutura, Pepe Richa. Carli, que mantém um ótimo relacionamento político com o prefeito de Inácio Martins, Marino Kutianski (PSDB), está sempre dando apoio para importantes projetos do município. Neste dia 20, dentre os assuntos discutidos, esteve a conclusão da PR-364, que liga Inácio Martins à Guarapuava. Faltam apenas 14 km para o término das obras que, nos demais trechos, ficaram muito boas.

Gasoduto Lapa - São Mateus

Na semana passada, o prefeito de São Mateus do Sul, Clóvis Ledur, assinou a anuência do município ao projeto executivo do gasoduto Lapa - São Mateus do Sul. Animado, Ledur enfatiza que o gasoduto é um programa de governo de Beto Richa,  que há dinheiro e vontade política para que a obra saia  do papel. Com esta nova possibilidade energética, o prefeito acredita que haverá maior potencial de industrialização para o municípios nos próximos anos.

Novas regiões metropolitanas

Desde o dia 14 de janeiro, o Paraná passou a ter quatro novas regiões metropolitanas com sedes em: Apucarana, Campo Mourão, Cascavel e Toledo, com população de mais de 300 mil habitantes em cada uma das regiões metropolitanas. A maior delas é a de Cascavel, formada por 23 municípios que, juntos, tem população de com 500 mil habitantes. Depois vem a de Toledo, com 18 municípios e 350 mil habitantes;  a de Campo Mourão, com 24 cidades e 340 mil habitantes e a de Apucarana, com 23 cidades e 300 mil habitantes. A criação das regiões metropolitanas amplia o potencial de atração de investimentos. Por serem áreas com população maior, as regiões conseguem financiamentos que os municípios não teriam individualmente.
Até então eram apenas quatro as regiões metropolitanas do Paraná: Curitiba, Umuarama, Londrina e Maringá.

Rossoni e Beto Richa

De acordo com o colunista político Fábio Campana, na segunda-feira (19): "Valdir Rossoni, presidente da Assembleia, do PSDB nativo e agora deputado federal, almoçou com o governador Beto Richa, depois de longa ausência palaciana. Rossoni não foi ao Palácio Iguaçu nem para a posse festiva de Richa. Entrou amuado, saiu animado. Sorriso no rosto, elogios ao cardápio e satisfação com a conversa e com as novas perspectivas. Assim caminha a humanidade", publicou Campana.


Cleto Castagnoli fica na chefia do Núcleo Regional de Educação de Irati

O professor Cleto Antonio Castagnoli continuará à frente do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Irati, assim como os demais ocupantes de cargos similares no Paraná. À frente do NRE desde março de 2013, Cleto deverá dar continuidade aos trabalhos já realizados até o momento.

Kyene Becker/Hoje Centro Sul
Cleto conta que a decisão foi tomada pelo secretário de Estado da Educação do Paraná, Fernando Xavier Ferreira. “Após o novo secretário tomar posse, ele orientou que as chefias dos Núcleos de Educação deveriam ser mantidas. Apesar disso, temos que esperar todos os eleitos tomarem posse, pois os deputados têm grande influência nesse assunto e, caso aconteça algum novo acordo, a equipe poderá ser mudada. Mas fora isso, estamos felizes em poder dar continuidade ao trabalho já feito até aqui. Nosso objetivo é só melhorar”, afirma.

Com 54 escolas e 9 APAES, o NRE de Irati, segundo o professor Cleto Antonio Castagnoli, conquistou importantes resultados nos últimos dois anos. “Nós firmamos diversas parcerias para estimular o desenvolvimento e melhorar a qualidade da educação na região. Dentre elas, podemos citar a Unicentro, que tem contribuído através do setor de psicologia, e os jornais da região, que possuem projetos de incentivo à leitura”.

Dentre os projetos realizados na região, o chefe do NRE de Irati destaca o Programa de Aceleração Educacional (PAED). “Por meio do PAED, muitas escolas foram beneficiadas nos últimos anos. Foram feitas avaliações e, através dos resultados, algumas escolas foram selecionadas para participarem desse projeto. As escolas escolhidas foram acompanhadas por uma equipe específica, que identificou falhas e apontou soluções no ensino, auxiliando na melhoria da qualidade da educação na região. Apenas o município de Irati não participou do Programa, alegando que faria um projeto próprio”, diz.

Para a nova gestão, Cleto ressalta que manterá a linha de trabalho e fará os ajustes necessários, "corrigindo o que está errado". “Quando os superintendentes regionais forem selecionados, pretendemos sentar e conversar com o responsável pela região. O intuito é definir o poderá ser feito em prol da educação da região. Apesar disso, nossa intenção é manter a linha do trabalho já realizado até o momento. Alguns ajustes terão que ser feitos, mas a base será mantida. Precisamos recuperar a qualidade da educação. Veja um exemplo, o Enem de 2014. Mais de 529 mil alunos zeraram a redação. Alguma coisa está errada e, por isso, precisamos corrigir. Temos que fornecer a melhor educação para os nossos alunos”, finaliza.

Kyene Becker/Hoje Centro Sul


Prefeito realiza viagem a Brasília solicitando recursos para o município de Irati

Publicado por Redação - quinta-feira, 22 de janeiro de 2015 | 18:41

Na tarde desta quinta-feira, o Prefeito de Irati, Odilon Burgath, acompanhado dos Secretários Municipais, visitou o gabinete do Deputado Assis do Couto, solicitando a liberação de recursos para atendimento de alta complexidade para a Santa Casa de Irati. Além disso, foi solicitado pelo prefeito, o apoio do mandato para a contratação de mais médicos, junto ao Programa do Governo Federal Mais Médicos.


Na mesma visita ainda, Odilon, aproveitou a oportunidade para solicitar o auxílio de Assis do Couto, junto à Caixa Econômica Federal, para a liberação de forma ágil, dos primeiros recursos que serão aplicados na recuperação da Rua Camacuã e adequação do interior do CT Willy Laars, junto ao Ministério de Turismo.

Secom Prefeitura de Irati

Acidente envolvendo ônibus e carro é registrado na tarde do dia 20

Publicado por Redação - quarta-feira, 21 de janeiro de 2015 | 09:23

Na tarde da última terça-feira (20), um acidente envolvendo um ônibus do transporte coletivo de Irati e um Voyage Volkswagen ocorreu no centro de Irati. O incidente aconteceu perto das 14:15h, no cruzamento entre as ruas Júlio Vieira Lisboa e Professor Vitor do Amaral.
Segundo testemunhas, o ônibus do transporte coletivo trafegava pela rua Júlio Vieira Lisboa quando foi atingido pelo veículo Voyage Volkswagen, que não parou na preferencial. No momento do acidente, o ônibus transportava cerca de 20 passageiros, mas ninguém ficou ferido. Já no Voyage, havia três pessoas. Uma das passageiras teve ferimentos leves e foi encaminhada ao hospital.  

Texto: Da Redação/Hoje Centro Sul

Fotos: Silmara Andrade/Hoje Centro Sul







Importantes datas para a entrega do Conjunto Habitacional Jardim das Américas são definidas

Publicado por Redação - terça-feira, 20 de janeiro de 2015 | 11:29

A realização do sonho da casa própria está cada vez mais próxima para os 310 contemplados do novo Conjunto Residencial Jardim das Américas. Antes porém, a Prefeitura Municipal de Irati, COHAPAR e Caixa Econômica Federal, convidam os novos moradores para que participem dos encontros marcados que tem por objetivo, acertar os últimos detalhes a respeito da nova moradia.

Secom Prefeitura de Irati
Até a data de entrega das casas no dia 27 de fevereiro, os moradores precisarão atentar-se em algumas datas:
- 20/01 – 18h e 30min – Pavilhão Parque Aquático: Palestra explicativa com informações sobre como funcionará o sorteio no dia 23/01. Além disso, neste encontro acontece a organização dos grupos para distribuição das casas geminadas. A definição acontecerá por afinidade.
- 23/01 – 14h – Ginásio Agostinho Zarpellon Junior (Batatão): Sorteio dos lotes e quadras. Nesta data, serão definidas com as pessoas contempladas os seus futuros locais de moradia, a partir da organização feita anteriormente no dia 20/01.
-  10/02 a 13/02 -  Vistorias nas casas do Conjunto Habitacional Jardim das Américas. Durante estes quatros dias, os contemplados poderão ir ao seu novo endereço, após o agendamento, que deverá ser realizado com a equipe de Assistência Social. As visitas serão acompanhadas por equipes técnicas.
- 19/02 e 20/02 – Estas datas estão reservadas para a assinatura dos contratos, entre Prefeitura, Caixa Econômica Federal, COHAPAR, GIHAB e os contemplados para as casas do Conjunto Jardim das Américas.

**O departamento de Habitação da Prefeitura Municipal da Prefeitura de Irati, informa ainda que está entrando em contado com as famílias contempladas informando a respeito da reunião que acontece nesta terça-feira, 20. 


Secom Prefeitura de Irati


“Jardim das Américas”: O sonho da casa própria prestes a se realizar

Publicado por Ciro Hoje - segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 | 09:18

Fotos: Ciro Ivatiuk/ Hoje Centro Sul / Arquivo


Antes sonho, a casa própria para várias famílias iratienses está muito próxima de se tornar realidade, isso porque a data de entrega das residências do Conjunto Habitacional Jardim das Américas já está definida, ao final de fevereiro, no dia 27.

Em setembro de 2014, foi realizada a etapa do sorteio das famílias contempladas com a casa própria, através do Programa do Governo Federal, Minha Casa Minha Vida, em parceria com o município de Irati que fez toda a pavimentação de acesso ao conjunto habitacional, e a Cohapar, que realizou a parte da estrutura da rede de água e energia elétrica para o loteamento.

Em visita as obras em 2014, o Superintendente
 Regional da Caixa Econômica Federal
 Luiz Henrique Borgo, acompanhando 
  Odilon Burgath e Renato Berger
O vice-prefeito de Irati, Renato Berger conta que, no dia 9, foi realizada uma reunião onde ficou acordada a data de entrega das casas para as famílias. “Ficou decidido que as casas serão entregues no dia 27 de fevereiro”, conta o vice-prefeito. Berger também informou que provavelmente no próximo dia 23 de janeiro será feita uma reunião com todas as famílias que vão receber as casas. O objetivo da reunião é conversar sobre a assinatura dos contratos e trâmites finais antes da entrega oficial.





O empreendimento, localizado no bairro Alto da Lagoa, terá ao todo 310 casas, com aproximadamente 40m², sendo dois quartos, sala e cozinha conjugadas e banheiro.
Vale ressaltar que 262 casas foram destinadas para o Grupo I, famílias que atingiram de três a cinco critérios no processo de seleção.
Entre essas que compõem o primeiro grupo estão incluídas as famílias prioritárias, conforme a Portaria 595 do Ministério das Cidades. Sendo, idosos; pessoas com deficiência e pessoas que residam em área de risco. Ao todo 214 famílias participaram desta etapa do sorteio que compõem o Grupo II. Além das 48 pessoas contempladas com a moradia, mais 93 foram sorteadas, para fazer parte do cadastro de reserva, pois caso um dos 310 processos documentais enviados para a Caixa Econômica Federal sejam recusados pela agência, será automaticamente enviado a indicação dessas famílias que compõem o cadastro de reserva.


Texto: Assessoria PMI






Últimas Notícias

Polícial

Clínica Odontológica

Política

Geral

Distribuidora de Bebidas

Saúde

Esportes

 
Support : JORNAL HOJE CENTRO SUL Rua Nossa Senhora de Fátima, no 661, Centro, Irati, Pr, ao lado da Escola de Inglês Influx CEP 84500-000 - Irati - PR Tel: (42) 3422-2461 hojecentrosul@hojecentrosul.com.br Expediente: de segunda à sexta das 8h às 17h
"hojecentrosul.com.br 2013 © Textos, fotos, artes e vídeos do Jornal Hoje Centro Sul estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. É expressamente proibido a reprodução do conteúdo do jornal (eletrônico ou impresso) em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa do Jornal Hoje Centro Sul. As regras têm como objetivo proteger o investimento que o Jornal Hoje Centro Sul faz na qualidade de seu jornalismo.."